Matéria prima, material para uso e consumo e insumo: aprenda a diferenciar

materia-prima-insumo-300x300Diferenciar matéria prima, material para uso e consumo e insumo não é uma tarefa fácil. Normalmente esta diferenciação é feita de forma instintiva, mas este método pode trazer confusão e erro.

Aprenda de uma vez por todas a diferença sutil entre estes três itens e se torne um mestre na classificação de materiais.

Por que eu preciso aprender a diferenciar?

Foi-se o tempo em que você se preocupava somente em vender. Nos dias de hoje, é muito importante que você saiba o que o seu cliente fará com o seu produto. De acordo com este destino, a emissão da sua NF-e pode ser radicalmente diferente.

Entender os conceitos de matéria prima, material para uso e consumo e insumo pode ser fundamental tanto para vendedores, que precisam emitir a NF-e adequadamente, quanto para compradores, que precisam se creditar dos impostos gerados pelo vendedor.

Por exemplo, em linhas gerais, materiais de uso e consumo não concedem direito a crédito de impostos. Já as matérias primas, sim.

Determinados produtos, por exemplo, podem mudar totalmente a tributação da NF-e dependendo do destino que o seu cliente dará ao seu produto.

Matéria prima

Também conhecidos como materiais de utilização direta na produção, são aqueles imprescindíveis na produção de um determinado produto. A matéria prima é o material que se agrega fisicamente ao produto que está sendo fabricado, tornando-se parte dele.

Exemplos:

* Embalagens ou rótulos;
* Se você for uma cerâmica: argila para produzir tijolos;
* Se você for da indústria moveleira: madeira para produzir móveis;
* Se você é uma indústria têxtil: algodão para produzir tecido;
* Se você for uma camisaria: tecido para produzir camiseta.

Material para uso e consumo

É tudo aquilo que a empresa usa, seja nas atividades comerciais, administrativas ou operacionais da empresa, desde que não se agregue fisicamente ao que está sendo produzindo.

Exemplos:

* Papéis e canetas utilizados pelo financeiro;
* O cafezinho do pessoal do escritório;
* A graxa da máquina da produção;
* A madeira que você usa como lenha para uma caldeira.

Insumo

É tudo aquilo que é usado no processo de produção, agregando ou não ao que está sendo produzido.

Podemos dizer que toda a matéria prima é um tipo de insumo.

Equipamentos, máquinas ou ativos imobilizados também podem ser considerados insumos, desde que eles sejam utilizados pelo processo produtivo.

Alguns tipos de materiais para uso e consumo também são considerados insumos quando são utilizados no processo produtivo.

Exemplos:

Imagine uma indústria cerâmica de tijolos:

* A argila para produzir os tijolos é uma matéria prima classificada como insumo;
* A lenha utilizada no forno para queimar os tijolos é um material de uso e consumo classificado como insumo;
* O próprio forno usado para queimar os tijolos é um ativo imobilizado classificado como insumo.

Fonte: Asseinfo

Matéria prima, material para uso e consumo e insumo: aprenda a diferenciar