Fim do Boleto sem registro, Você esta preparado?

boleto-4A Federação Brasileira dos Bancos – Febraban anunciou o fim do boleto sem registro no final de 2016. As empresas que trabalham com essa modalidade de cobrança precisam estar preparadas.

Ainda há muitas dúvidas e alguns boatos sobre o fim do boleto sem registro. Fizemos esse post para esclarecer todas as suas dúvidas. Confira!

Por que o fim do boleto sem registro?

O fim do boleto sem registro já está acontecendo desde junho de 2016, os bancos pararam de ofertar a cobrança sem registro para novos clientes e em agosto do mesmo ano iniciou-se a operação da base centralizadora de benefícios.

Agora em dezembro de 2016 o boleto sem registro será descontinuado e com isso haverá a migração das carteiras de cobrança. Em janeiro de 2017 iniciará a operação da base centralizadora de títulos para essas migrações.

Todas essas mudanças, propostas pela Febraban, visam a segurança na emissão e pagamento dos boletos bancários.

Existe um tipo de golpe nos boletos bancários que através de um vírus, no computador do pagador do boleto,
é mudado o número do código de barras. Isso faz com que o dinheiro pago vá para outra conta, deixando seu boleto em aberto e desviando o dinheiro que você pagou.

O registro faz com que ao emitir boletos bancários as informações sejam enviadas para um banco de dados integrado entre todos os bancos.icone-boleto

Assim, se as informações do boleto não estiverem de acordo com as informações presentes no banco de dados, não será possível efetuar o pagamento. Consequentemente evita-se as fraudes e manipulação de dados.

A primeira determinação da Febraban foi que até o início de 2017 todos os boletos bancários precisariam obrigatoriamente de registro. Mas, no final de dezembro houve uma adequação e novas datas foram divulgadas para o fim do boleto sem registro:

 

Todos os boletos com valor: Data do início de validação:
Igual ou acima de R$ 50.000,00 13/03/2017
Igual ou acima de R$ 2.000,00 08/05/2017
Igual ou acima de R$ 1.000,00 10/07/2017
Igual ou acima de R$ 500,00 18/09/2017
Igual ou acima de R$ 200,00 23/10/2017
Boletos de todos os valores 11/12/2017

Afinal, na prática, o que muda?

Um pouco mais difícil

O que difere o boleto registrado do sem registro é o envio das informações à base de dados dos bancos. Essas informações são chamadas de remessa. Na remessa constam os dados com todas as informações dos boletos, incluindo CNPJ ou o CPF do pagador.

Qualquer alteração do boleto registrado deve ser enviada uma nova remessa com os dados que foram trocados, tornando o processo bem mais burocrático.

Por outro lado, será possível pagar o boleto, mesmo vencido, em qualquer banco. Se precisar atualizar o boleto, o seu cliente também poderá atualizá-lo no próprio site do banco.

Melhoria na segurança

imagesComo falamos acima, o motivo do fim do boleto sem registro é a segurança. É fato que a segurança aumentará. As chances de golpe com o uso do boleto registrado são quase nulas.

Ao emitir um boleto bancário, todos os bancos contarão com as informações do documento na base de dados através da remessa. O pagamento só será possível se as informações contidas na remessa e no banco de dados forem idênticas.

Outra vantagem do boleto com registro é a possibilidade de protestar o título. Se você vendeu, mas seu cliente não pagou, com o boleto registrado é possível levar a inadimplência para cobrança jurídica.

Aumento nos custos

Sem dúvidas, uma das implicações que preocupa as empresas é a mudança nos custos. No boleto sem registro paga-se uma taxa quando o boleto é pago. Se não é pago, não há taxa.

Já no boleto com registro vai depender da negociação com o banco, mas normalmente as taxas são: emissão, pagamento do boleto, permanência do boleto nos registros após o vencimento (se seu cliente não pagar e você manter o boleto, por exemplo) e protesto.

Nesse momento de mudança é essencial procurar o seu banco e tentar negociar taxas melhores para a emissão dos boletos.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, vamos ajudá-lo!

 

Fonte: Asseinfo

 

Fim do Boleto sem registro, Você esta preparado?
Tags: